Dança Lambada – Origem e coreografia | Como dançar

dança-lambada

A dança lambada é uma manifestação artística tipicamente brasileira. Assim como o gênero musical, é originária do Pará, região Norte do país, e surgiu em meados da década de 80. Seus passos e movimentos são o resultado de uma mescla dos ritmos do carimbó (tipo de dança amazonense) e do merengue (natural de países latino-americanos. Conheça a seguir sua origem, curiosidades e como dançar.

Origem

A criação do nome “lambada” é atribuída a Pinduca, músico e compositor de carimbó. Tal designação batizava uma das faixas de seu LP lançado no final dos anos 70, caracterizada como sendo uma espécie de carimbó com elementos de música eletrônica vistos nas músicas originárias do Caribe.



O novo ritmo rapidamente popularizou-se pelo país e não demorou muito para que surgissem dançarinos especializados na dança lambada.

A dança lambada pelo mundo

No final dos anos 80, os empresários franceses Jean Karakos e Olivier Lorsac, do ramo musical, vieram ao Brasil (mais precisamente Porto Seguro, na Bahia) pesquisar por novas oportunidades e encantaram-se com aquele estilo tão alegre e descolado, que a essa altura era uma febre nacional.

A dupla de empresários enxergou o enorme potencial da dança. Começaram a realizar filmagens dos dançarinos executando a dança lambada em diversas casas de show em Porto Seguro, com o intuito de fazer uma espécie de vídeo clipe. Com o patrocínio de uma empresa francesa do ramo de refrigerantes, formaram uma banda para tocar o fundo musical do clipe, intitulada Kaoma (em atividade até os dias de hoje), que se tornou um grande sucesso.



dança-lambada-origem

Isso alavancou a popularidade da dança lambada em toda a Europa, sempre dançada ao ritmo de “Chorando se foi”, considerada o hino do estilo. Por apresentar um ritmo semelhante, costuma ser dançada ao som do zouk, dança típica das ilhas de Guadalupe e Martinica.

Eventos

Nos anos 90, além de se tornar tema de diversas produções cinematográficas internacionais, a dança lambada passou a estar presente em diversos programas de TV por todo o mundo. Concursos da dança eram disputados a nível nacional, mobilizando centenas de dançarinos.



No Brasil não poderia ser diferente: diversos artistas consagrados passaram a aderir ao novo estilo de dança, lançando LPs dedicados exclusivamente ao ritmo.

Como dançar lambada

A dança lambada apresenta passos e movimentos inconfundíveis. É dançada por um casal, alternando movimentos próximos e distantes um do outro. É um tipo de dança que exige um certo condicionamento físico, pois trabalha a maioria dos músculos e articulações do corpo simultaneamente.

como-dança-lambada

Os movimentos básicos dos dançarinos consistem em executar passos curtos para frente e para trás, flexionando ligeiramente os joelhos, alternando com movimentos para a esquerda e direita. A dançarina inicia os movimentos com a perna direita e o dançarino com a esquerda, permitindo que o gingado de ambos permaneça sempre sincronizado.



É importante deixar o quadril sempre solto, para que os movimentos sejam realizados de maneira fluida e harmoniosa.

Coreografia

Os dançarinos iniciam a dança lambada um de frente para o outro, executando os movimentos básicos com os pés. Em seguida abraçam-se e continuam com o gingado, conforme o ritmo da música. Um movimento bastante conhecido consiste no seguinte: o dançarino ergue o braço, segurando a mão da dançarina, que gira em torno do próprio eixo.

Outro movimento muito técnico e interessante, que sempre arranca aplausos e gritos de euforia dos espectadores, consiste em um giro completo: a dançarina, além de girar em torno do próprio eixo, gira em torno do dançarino. Também é comum um passo que se executa da seguinte maneira: um segura a mão do outro e ambos inclinam-se para trás.

Outra coreografia muito caraterística é quando a dançarina inclina-se para trás, segura pela mão do parceiro, estratégica mente posicionada em sua região lombar. Assim como o kizomba (dança típica da Angola), os dançarinos da dança lambada se valem da transferência de peso corporal para executar determinadas coreografias.

A dança lambada na atualidade

No auge do sucesso da dança lambada, existiam as chamadas “lambaterias”, espaços destinados exclusivamente ao estilo. Após o boom presenciado na década de 90, esse tipo de dança sofreu um certo desgaste, fato comum à ritmos exaustivamente explorados.

Mas isso não é nenhum demérito, pois apesar de não existirem muitas lambaterias, ainda é um estilo de dança muito popular e praticado. Além disso, conquistou um status Cult: é considerado por estudiosos das artes como uma representação artística de grandes qualidades técnica e cultural.

Continue conhecendo outras DANÇAS TÍPICAS

Gostou de aprender sobre a origem e coreografia da dança lambada? Compartilhe!




Continue lendo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


quatro + 4 =