Dança espanhola – Origem e características da dança da Espanha

dança-espanhola

A dança espanhola possui características muito peculiares: assemelha-se em alguns aspectos às danças portuguesas e, ao mesmo tempo, apresenta traços semelhantes a alguns tipos de dança latino americanas.

Marcada por movimentos elegantes e sensuais, a dança espanhola traz elementos culturais do país ibérico, demonstrando a seus espectadores sua rica herança histórica. Assim como Portugal, a Espanha exportou suas danças típicas por todo o mundo, em especial a suas ex-colônias.

O povo de cada país, entretanto, realizou adaptações técnicas, de modo que as danças se adequassem à sua realidade cultural, o que resultou em novos tipos de dança. Por isso, é importante não confundir a dança espanhola com as latino-americanas.

Origem das danças da Espanha

Os primeiros registros de desenvolvimento da dança espanhola que conhecemos hoje em dia data do século XV. De início, eram praticadas apenas por uma parcela mais privilegiada da Catalunha, composta por dançarinos de origem burguesa.

A partir do século XVIII, quando os tipos de danças da Espanha já apresentavam características próprias e reconhecidas, as castas mais humildes da população começaram a se interessar pelo assunto.

Mas foi graças aos ciganos que viviam na Espanha que a dança espanhola realmente se consolidou mundialmente, pois a eles é atribuída a criação do tipo de dança mais famoso do país: o flamenco.

É inevitável: quem pensa em dança espanhola, pensa logo em seguida no flamenco. Mas engana-se quem pensa que a dança do país ibérico se resume simplesmente a esse estilo. A seguir, apresentaremos alguns exemplos de danças típicas da Espanha.

Bolero

O bolero possui duas variações: a espanhola e a cubana, sendo a última uma variação do primeiro. Trataremos aqui do espanhol. Seu primeiro registro histórico data do período no qual a Espanha estava sob os domínios da ocupação pelos mouros.

bolero-espanhol

Originalmente, tratava-se de uma dança na qual um homem e duas mulheres realizavam movimentos lentos e discretos, de características elegantes. Apesar das escassas informações sobre as características do bolero europeu, este é considerado por muitos estudiosos como o precursor das danças de salão, portanto, possui uma grande importância na história da dança.

Fandango, dança espanhola popular no Brasil

O fandango é uma das mais populares danças da Espanha, cuja criação data do período barroco. Tem como principal característica os movimentos rápidos e bem elaborados, mesclando sapateados e pequenos saltos. É dançada em casais, que vão se movimentando pelo espaço, sendo que a dançarina vai se movimentando em frente a seu par.

O fandango é uma dança espanhola muito conhecida no Brasil. Trazida pelos imigrantes europeus, recebeu pequenas adaptações, tornando-se muito popular na região Sul do país. É conhecida como fandango gaúcho e, assim como no espanhol, os dançarinos utilizam roupas elegantes e tradicionais: os homens utilizam calças gaúchas e as mulheres, longas saias rodadas.

Muiñeira

A muiñeira é um tipo de dança originária da região da Galícia. É caracterizada principalmente por seus movimentos rápidos e expressivos, sendo dançada em grupos de 6 a 8 dançarinos, que se distribuem de maneira a formar um circulo.

Os passos desse tipo de dança são compostos por saltos (cujos ritmos são ditados pelos instrumentos de percussão), contando com movimentos improvisados, o que a torna uma dança espanhola muito peculiar por exigir, além da destreza, a criatividade do dançarino.

Sua origem está nas antigas danças celtas, assim como a música tocada na representação. Parte do folclore espanhol, a muiñera é muito popular no país, sendo reconhecida e admirada pela alegria contagiante dos dançarinos.

Zambra mora, a mais exótica dança espanhola

A zambra mora, ou simplesmente zambra, é uma variação do flamenco, criada pelos ciganos que viviam na cidade de Granada. Sua concepção é resultado da mistura de antigas danças dos descendentes de muçulmanos (da época dos mouros) com o flamenco tradicional da Espanha.

zambra-dança

A zambra é muito dançada em casamentos na comunidade cigana. O que era reservado apenas para cerimônias particulares, acabou se popularizando e tornando-se atração turística, sendo provavelmente a mais exótica dança espanhola.

A zambra é dançada por mulheres, apresenta características bastante curiosas: mesclam movimentos da dança do ventre (tipicamente árabe) e dança espanhola, tornando-se uma atração empolgante e muito bonita de se assistir.

Flamenco

Não poderíamos deixar de citar a mais famosa e popular dança espanhola: o flamenco. Trata-se de uma manifestação artística completa: é composta pela música, vocal e dança. Suas origens remontam do século XVIII, na região de Andaluzia, localizada ao sul da Espanha.

flamenco-a-mais-popular-dança-espanhola

O flamenco carrega influencias da cultura dos ciganos, dos mouros e dos judeus, sendo a eles atribuída a criação da dança. As tradicionais castanholas são parte integrante do espetáculo, acompanhadas de instrumentos de percussão (como o violino e a guitarra flamenca) e flautas.

Suas canções trazem letras relacionadas com a luta e esperança pois, na época de sua criação, os mouros, judeus e ciganos eram perseguidos pela inquisição espanhola.

Características da dança

As dançarinas de flamenco utilizam um longo e elegante vestido rodado, realizando movimentos rápidos, técnicos e sensuais. Giram em torno do próprio eixo, levantando e movimentando os braços em várias direções, proporcionando a seus espectadores um espetáculo sem similares.

No ano de 2010, o flamenco foi reconhecido como um patrimônio cultural imaterial da humanidade pela UNESCO, confirmando assim sua importância entre as danças da Espanha.

Flamenco, a mais popular dança espanhola

Continue conhecendo as principais DANÇAS TÍPICAS

Gostou de aprender sobre a dança espanhola? Compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


15 − nove =