7 Danças Típicas da Região Sul do Brasil

danças-típicas-da-região-sul-do-brasil

Quando observamos as danças típicas da região Sul do Brasil, podemos verificar suas peculiaridades e diferenças com relação aos demais tipos de danças brasileiras. A região Sul possui características culturais que a fazem parecer até outro país.

Composta pelos estados do Paraná, Santa Cataria e Rio Grande do Sul, é a menor das regiões do país e está localizada abaixo da faixa tropical, o que contribui para que a temperatura seja mais baixa do que no restante do Brasil.



Contando com uma grande concentração de imigrantes alemães, italianos e portugueses, a cultura popular possui forte influência europeia, podendo ser observada na arquitetura e gastronomia local. A seguir, apresentaremos 7 dos mais populares tipos de danças típicas da região Sul do Brasil.

1 – Chula

A chula é um dos tipos de danças típicas da região Sul que derivam das danças portuguesas trazidas pelos imigrantes. Foi inserida na cultura do local pelos tropeiros e, por esse motivo, é tradicionalmente dançada por homens ao som da gaita gaúcha, instrumento típico da região. Na chula, um bastão de madeira é colocado no chão, e em torno dele os dançarinos realizam passos que envolvem pequenos pulos e sapateados.

A temática da dança gira em torno do desafio entre dançarinos, onde um deve realizar a sequência de passos anteriormente realizada pelo outro, onde o primeiro que errar perde a disputa. A chula ainda é bastante presente em festas populares da cultura do Sul



2 – Vaneira

A vaneira foi trazido ao Sul do Brasil pelos imigrantes alemães. Baseado na habanera, um tipo de dança de salão cubana, a vaneira é dançada de acordo com o ritmo da música, mesclando elementos de valsa. É dividida em três classificações:

  • Vaneirão: Dançado em um ritmo mais rápido;
  • Vaneira: Em ritmo normal;
  • Vanerinha: Em um ritmo mais lento.

vaneira

As vestimentas utilizadas pelos dançarinos de vaneira são baseadas em elementos europeus da idade média, com os homens utilizando calças folgadas e as mulheres, vestidos de manga longa.



3 – Mazurca

A mazurca, assim como a maioria das danças típicas da região Sul do Brasil, tem origens europeias, nesse caso proveniente da Polônia. É um ritmo de dança muito rápido e envolvente, dançada por casais que vão se distribuindo pelo palco.

A mazurca mescla elementos rancheiros e de tipos de dança de salão, onde os dançarinos utilizam as vestimentas semelhantes aos da vaneira. A música tocada no momento define as passadas e o ritmo dos dançarinos, acompanhados por violinos e gaitas gaúchas.

4 – Chimarrita – Dança típica da região Sul de origem portuguesa

A chimarrita é uma dança originária da Ilha da Madeira (Portugal), trazida ao Brasil pelos imigrantes portugueses da região dos Açores por volta do século XVII. Muito popular entre as danças típicas da região Sul do Brasil, a chimarrita é dançada em um ritmo animado, no qual os participantes alinham-se em uma fila, formando-se casais, que iniciam os movimentos rítmicos sapateando e batendo palmas.

chimarrita-dança-portuguesa



As vestimentas usadas pelas dançarinas de chimarrita constituem em saias longas fazendo conjunto com uma bata. Já os homens, utilizam a tradicional vestimenta gaúcha: calças longas e folgadas, formando conjunto com camisa social e colete. Completando o visual, podemos destacar o lenço de tecido amarrado na altura do pescoço, assim como as típicas botas de cano longo e o chapéu de estilo rancheiro.

 5 – Milonga

A milonga é uma dança espanhola muito popular na região Sul, assim como na Argentina. Seu estilo mescla elementos do tango, o que acaba por caracterizá-la como um tipo de dança de salão. Também muito popular no Uruguai, a milonga é dançada em casal, e segue um ritmo sensual e elegante.

Os homens tradicionalmente vestem terno ou algum tipo de roupa social mais despojada, enquanto as mulheres usam um vestido liso e discreto, junto com sapatos de salto alto.

6 – Pau de Fitas – Dança das fitas

Assim como muitas das danças típicas da região Sul do Brasil, o pau de fitas é de origem portuguesa. Trazido para a Sul pelos imigrantes, o pau de fitas (também conhecido como dança das fitas) é dançado em torno de um mastro alto firmemente fixado no solo. Do topo do mastro, pedem longas e coloridas fitas de seda, as quais são seguradas cada uma por um dançarino.

Em m ritmo semelhante à ciranda, os participantes vão dançando em torno do eixo do mastro e realizando movimentos intercalados com as fitas de seda. As vestimentas das dançarinas são uma mescla dos tradicionais vestidos portugueses com as cores típicas encontradas nas festas populares brasileiras, em conjunto com os lenços no cabelo. Já os homens utilizam roupas mais discretas e chapéu de palha.

7 – Dança da Balainha

A balainha, assim como os demais tipos de danças brasileiras, é muito bonita de se ver. Caracteriza-se principalmente pelos arcos floridos utilizados pelas dançarinas, as quais os erguem durante a performance. Os passos de dança são semelhantes aos da ciranda.

Também conhecida por Arcos Floridos ou dança da jardineira, a balainha é dançada apenas por mulheres, que distribuem-se em pares. Por ser uma dança originalmente portuguesa, as vestimentas utilizadas pelas dançarinas são semelhantes às dos outros tipos de danças provenientes do país ibérico: vestidos longos e rendados, com cores tradicionais e discretas.

Contribuição das danças típicas da região Sul para a cultura popular brasileira

O Sul possui características culturais muito peculiares com relação ao resto do país. Seu folclore e seus tipos de danças típicas populares refletem claramente a influência da cultura europeia no Brasil. As tradições dos imigrantes europeus permanecem viva no Brasil através das danças, uma forma de expressão artística que nos mantém sempre conectados com a história do nosso país e nossos antepassados.

  • Gostou das danças típicas da região sul? Então conheça outras DANÇAS TÍPICAS.



Continue lendo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco × 2 =